Skip to content

You’re sunny, funny face | com pipoca

01/04/2011

( A Closet 15 possui uma nova tag para o blog. Os posts serão escritos pela minha linda amiga, Marcela Falci, que dará várias dicas de filmes para a gente.

Talentosa, muito inteligente, uma pouco indie, um pouco geek,um pouco nerd, um pouco fotógrafa, uma pouco escritora, de tudo um pouco com muita maestria.Além de coisas mais burocráticas como atriz , modelo e  apresentadora do programa Entertainment News da HBO nas horas vagas!

Esperamos que gostem! E que sigam as dicas e façam comentários.

Os post não tem o intuito de ser uma coluna crítica de cinema ou de qualquer outra coisa de cunho acadêmico ou jornalístico. É APENAS uma tag nova para dar dicas de bons ou péssimos filmes. Ou apenas falar de alguma coisa que te inspire a levantar da cama, chorar, ou sorrir… beijos Carol ).

Por Marcela Falci

Como começar um novo capitulo na sua história?
Melhor sempre apelar para os clássicos, pois é através deles que podemos ter propriedade para transgredir as normas.
Portanto meu primeiro post em parceria com minha querida Carol é sobre “Uma Cinderela em Paris”.

Quem quiser entender de charme e elegância não abra revistas de moda, veja os filmes da senhorita Audrey Hepburn.

Ela pode ser uma aspirante a filósofa, uma filha de serviçais, uma garota de programa ou mesmo uma vendedora de flores que sempre imprimirá a “finesse” intrínseca a sua personalidade. Ela se movimenta com graça e nenhum movimento é exagerado. Sabe ser engraçada e descontraída na medida certa, sem ser frívola ou irritante.

Uma cinderela em Paris” ou em inglês “Funny Face” é um filme musical que conta a história de uma aspirante a filósofa de Nova York que é escolhida para ser o novo rosto de uma revista de moda por representar uma mulher que, apesar de ter um “rosto engraçado” como diz a editora, tem atitude e inteligência.

Ela aceita ir a Paris para participar do lançamento da revista e mesmo cercada por paparicos e vida de star, Mademoiselle Hepburn nos mostra que para ser chique é necessário ser quem você é. Seguir tendências de moda pode ser divertido, mas o que encanta as pessoas a sua volta é sua subjetividade.

Como se trata de um musical, ninguém melhor que Fred Astaire para fazer seu par romântico, no papel de um badalado fotógrafo de moda.

Os dois cantam e dançam pelas ruas de Paris enquanto Audrey faz inúmeras trocas de figurinos todos assinados por  Hubert de Givenchy.

Curiosidade, Richard Avedon foi o consultor estético do filme e fez o design dos créditos de abertura.

Audrey Hepburn, Fred Astaire, Paris, moda e música. Esse filme não dá pra perder.

Se vocês assistirem essa seqüência vão entender porque esse filme tem que ser visto:

Até semana que vem!

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: